Publicação de Livro

9-post blog.png

Feliz dia 18 (dezoito) do mês 2 (fevereiro) do ano de 2017 (dois mil e dezessete)!
Hoje resolvi escrever e compartilhar um novo projeto que idealizei para tomar concreção no corrente ano.
Pois bem, é com singular alegria que dou por conhecido que venho trabalhando na confecção e futura publicação de livro de gênero poético. Para maior esclarecimento, tenho habilidade poética que muito foi expressada nos anos da escola secundária. Atualmente, lanço-me na escrita científica e, por conveniência, precisei deixar de lado os deleites da imaginação poética em gaveta especial do “arquivo vida”. Não obstante, guardo inúmeros escritos que recentemente despertaram boas memórias. Diante da importância da poesia na minha formação humana, decidi registrar e publicar selecionado material em forma de livro com catalogação nacional e internacional.
Do livro: o gênero literário Poesia de cunho romântico-idealista será a aposta da produção que já conta com 30 escritos selecionados. A intenção é despertar a sensibilidade humana para a vida, visto constarmos rotineiramente que institutos preciosos da identidade humana perdem-se meio aos modernos institutos da globalização de revelado cunho capitalista e dosado de desumanismo.
Conhece-se da importância do caráter histórico de ganhos imprescindíveis à continuação da vida planetária liderada pelo mais elevado primata em nível racional, o ser humano. Desta forma, correr de encontro ao não esquecimento do valor imaterial da vida é dever de todos que acreditam num mundo que merece um desenvolvimento no formato humanizador de raça.
A título de justificação, a confecção e publicação de um livro é engrandecedor a qualquer acadêmico que enxerga na ciência assentos mais promissores. Ademais, não é egoismo buscar consolidação científica, mas é egoismo usar-se da ciência para ganhos mesquinhos desconexos do contexto da busca por assentamentos de conhecimentos necessários ao progresso da humanidade.
À guisa de conclusão, esclareço que não me afastarei de novos estudos científicos para publicação em forma de artigo em periódicos nacionais. Como já anunciado, tornei-me membro de novo Grupo de Pesquisa: Direitos Humanos, Violência , Estado e Sociedade, que exige níveis de produção. Sem deixar de lado minha outra participação científica em Grupo de Pesquisa na área de linguagens e políticas públicas educacionais, deixo aqui o anúncio de que novo artigo será publicado ainda no primeiro semestre deste ano em revista científica.

Aguardem meus novos comunicados! Passar bem, leitores.

Desenvolvimento Científico

 

indice

Desenvolvimento científico e Ser Humano são peças principais trás o caminhar rumo ao conhecer-se enquanto ser biológico e metafísico.

Nesse passo, o estudo do meio social mostra-se basilar para o expandir do intelecto da humanidade,pois, afinal de contas, todos os “seres racionais” tendem a se constituir socialmente, vivendo em grupos ou acerca de inventos humanos. Resta provado, portanto, a necessidade de se conhecer e entender os códigos sociais, fornecendo, assim, bases de dados capazes de elucidar muitas entranças que se aventarem nos estudos científicos.

Dada a nota introdutória, passo aqui para informar com imensa alegria que, a partir desse ano, adentro em novo projeto. Acabo de ter retorno de um pedido de composição a relevante grupo de estudos jurídicos no Tocantins, obtendo a Carta de Aceita da líder científica, professora e Doutora Christiane de Holanda Camilo, tornando-me oficialmente membro do grupo de estudos em Direitos Humanos, Violência, Estado e Sociedade com inscrição no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq. Dessa forma, consolido um importante passo na minha trajetória como pesquisador, inteirando-me de estudos mais especializados no Direito.

Agora, além da minha participação no honroso Grupo NELPPE (Núcleo de Estudos em Linguagens e Políticas Públicas para a Educação), também inscrito no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq, estarei nas seguintes linhas científicas: Direitos Humanos nos Tribunais Nacionais e Internacionais e Direitos Humanos, Violência, Cidadania, Segurança e Sistemas Punitivos. Ademais essas, continuo nas linhas de pesquisa do NELPPE, quais sejam, Políticas Públicas para a Educação e Formação Continuada de Professores de Língua Estrangeira. 

Com mais esse passo dado rumo ao fortalecimento de um nome na comunidade científica e jurídica nacionais, encontro-me mais próximo de grande sonho fora do Brasil. Deixar-vos-eis melhor informados em momento oportuno.

No mais, cumprimento-vos e deixo um até breve!

Assessoria de Juiz

premios

Compartilho a partir deste momento um pouco do meu ganho de experiência ao lado de um juiz de direito.

Há um ano venho tendo a honrosa oportunidade de estar dia a dia ao lado de um profissional que inspira a muitos acadêmicos e jovens das Ciências Jurídicas, o magistrado.

Para início, devo informar que, atualmente, sou estagiário da assessoria e do gabinete do Magistrado Dr. Luiz Astolfo de Deus Amorim, titular da Vara de Cartas Precatórias Cíveis, Falências e Recuperação Judicial do Fórum da Capital Palmas/TO (Palácio Marquês de São João da Palma). Atuo na confecção de minutas (despachos, decisões e sentenças) e na pauta de audiências como escrevente.

O tempo de atividade na assessoria desta brilhante função de juiz tem me trazido muito conhecimento, aprendizado e descobertas. Aprendo diariamente a me colocar como crítico e reflexivo perante as demandas jurídicas que aportam neste juízo, na busca pela melhor solução jurídica pautada nos mais consagrados entendimentos legais, sempre se resguardando nos democráticos institutos magnos defensivos da igualdade, da justiça social, etc. Ao fim e ao cabo, dar uma resposta aos reclamos sociais tão volitivos nos tempos hodiernos é a busca fim de toda a máquina judiciária.

Hoje, com o pouco de experiência adquirida, consigo vislumbrar as relações desdobradas entre autor, réu e estado-juiz com muito mais clareza. O saber jurídico, fatoricamente, ganha roupagem com a aplicação ao caso concreto. É indubitável não premiar a prática para a consolidação de ganhos teóricos.

Repassar os minuciosos ganhos da função de estagiário é por demais requisição que não convém para o atual momento, por demandar mais e mais discussão e tempo. Por ora, vislumbro apenas plantar em cada acadêmico ou interessado/a do grande ganho que se tem ao caminhar à prática jurídica e, se possível, tenham-na com um juiz de direito para melhor compreensão do fenômeno apreciador e decisório do Estado diante do acionamento pelo interessado das vias da justiça brasileira.

Pois bem, senhores e senhoras, deixo-lhes um querido abraço como encerramento. E, caso tenham maior interesse no assunto, podem me contatar que não tardarei a atendê-los.

AS IDEIAS FAZEM A REALIDADE

student-849825_1280Projetar e Executar Sonhos são razões de existir deste blog de conteúdo jurídico na esfera da pesquisa científica.

Os sonhos são os nossos tijolos de construção da enorme casa que se almeja cá, qual seja, tornar este espaço um relevante meio de contribuição para o trilhar de jovens acadêmicos e/ou comunidade em geral que, como eu ,encontram na esfera científica uma oportunidade de fortalecer as bases do conhecimento jurídico.  

O “Pesquisa & Direito” nasceu da simples ideia de divulgação e aprimoramento de discussões e estudos publicados cientificamente envolvendo linhas de pesquisa do autor Giliarde Ribeiro Nascimento que se dão nas temáticas: Direitos Humanos, Políticas Públicas, Estado e Violência, Direito Público e Privado e Letras, Linguística e Artes. Desta forma, tem-se um enorme campo de discussão que aos poucos vem sendo explorado e divulgado aos nossos membros e visitantes por meio de notas especializadas que tratam dos escritos aceitos e lançados por Revistas e Periódico nacionais.

Desde o ano de 2016, nosso Blog tem alcançado mais e mais pessoas ao redor de todo o mundo, reafirmando, deste modo, a importância de se continuar mantendo esse canal digital, vez que demonstrado resta a validade do canal ao ser procurado. No campo do conteúdo disponibilizado, tivemos alguns artigos científicos publicados, os quais encontram-se disponíveis na página List Artigos (clique!).

Para o ano de 2017, almejo mais! E tracei como meta maior a publicação de no mínimo mais 4 (quatro) artigos em relevantes vias científicas de difusão do conhecimento. E no caminhar de encontro ao alcance desta meta, teremos algumas novidades que consolidarão ainda mais o nome Pesquisa & Direito na comunidade.

Por fim, não posso me esquecer de citar o Serviço de Tradução aqui do blog. Tenho realizado alguns trabalhos e espero continuar crescendo no mundo da tradução e, para tanto, venho buscando mais aperfeiçoamento de modo a prestar serviço de maior qualidade. Os frutos do serviço aqui oferecido são elogios e cada vez mais e mais demanda por parte de pessoas em especialização e mestrado em diferentes instituições de ensino do Brasil.

No mais, deixo um forte abraço e um Feliz Ano de 2017!